Exemplo da utilização de promotores de saúde em campanhas de vacinação canina

Na Colômbia, a raiva representa ainda muitos desafios, não apenas devido ao seu surgimento em populações caninas urbanas e seu impacto na produção pecuária, mas também pelo importante ônus econômico que a prevenção da raiva e as atividades de controle representam para o orçamento nacional. Em Bogotá, a capital do país, a vacinação dos cães e gatos domésticos tem sido realizada gratuitamente pelo Secretário Distrital de Saúde com o apoio de promotores de saúde (também conhecidos por promotores de sanidade ambiental), que, na Colômbia, desempenham um importante papel na melhoria das atividades de saúde pública. Os promotores de saúde são habitantes locais com preparação técnica que trabalham com os hospitais para desenvolver e reforçar os canais de comunicação entre os hospitais e as comunidades locais. As suas funções consistem em: promover a participação da comunidade nas campanhas de vacinação de cães e gatos, apoiar as redes de vigilância comunitária em relação aos riscos da raiva, e orientar sobre o assunto higiene alimentar e utilização da água. Em Bogotá, os promotores de saúde têm contribuído de forma significativa para o sucesso do controle e prevenção da raiva no meio urbano junto das pessoas e dos animais.




página anterior: Exemplo de programas de sensibilização para o problema da raiva, em que o Departamento de Educação desempenhou um importante papel e em que a colaboração com os serviços veterinários foi fundamental

página seguinte: Exemplo de vacinação de cães através da utilização de iscas





Página de abertura do sítio | Contacto | Planta do sítio |
Segunda versão; última atualização em julho de 2013