5.7.1. Como garantir a sustentabilidade dos programas de controle da raiva?

A concepção dos mecanismos sustentáveis será crucial para garantir programas de controle da raiva eficazes e para manter zonas indenes de raiva canina uma vez conseguida a erradicação da doença. Há vários aspectos que devem ser considerados para desenvolver estratégias sustentáveis a longo prazo:

- É necessário haver estabilidade política nos países, para garantir o empenho dos governos, a sustentabilidade e a segurança do pessoal.

- A sensibilização dos líderes políticos para o ônus da raiva e o seu impacto na saúde e na economia é um fator essencial para incentivar o empenho político, o que contribui para que o controle da raiva e a mobilização de recursos constituam uma prioridade regional e nacional.

- É necessário um forte compromisso dos vários setores, que implique os setores veterinários e médicos, bem como outros ministérios, para obter uma boa cooperação à escala nacional. Clicar aqui para obter a lista de organismos que podem participar e conhecer as suas responsabilidades. Deve ser mantida uma boa comunicação intersetorial e interinstitucional durante os programas de controle da raiva. Em função do contexto, será também necessária a colaboração internacional com os organismos pertinentes dos países vizinhos para evitar a reintrodução da raiva e para promover o controle da raiva canina nas zonas adjacentes.

- É igualmente importante uma grande sensibilização das comunidades locais para assegurar uma forte participação e empenho no sentido do controle da raiva. Esta seção apresenta orientações para desenvolver planos de comunicação eficazes.

- É necessária uma liderança forte, a nível central e nas comunidades locais, para defender a causa do controle da raiva canina e para motivar todas as partes interessadas.

- Devem existir infraestruturas suficientes para a vigilância da raiva (redes de vigilância e laboratórios de diagnóstico) ou devem ser rapidamente implementadas e mantidas.

- Os recursos financeiros adequados são uma condição prévia para assegurar a sustentabilidade a longo prazo. A integração de orçamentos destinados à prevenção e controle da raiva em todos os setores, especialmente nos setores veterinários e médicos, poderá providenciar um mecanismo de apoio ao controle da raiva canina através de economia em matéria de prevenção da raiva humana.

- Os planos para a sustentabilidade devem ser fundados em projetos-piloto bem sucedidos, que demonstrem não só a viabilidade do controle e/ou da erradicação da raiva canina como os benefícios para a saúde humana. Esses projetos podem servir de referência para o controle eficaz da raiva a maior escala e incentivar outros setores a participar em programas semelhantes.

- Deve ser dada especial atenção a possíveis mecanismos para assegurar a disponibilidade a longo prazo de produtos biológicos fornecidos de forma gratuita à população.

- Devem ser desenvolvidas estratégias para a manutenção de zonas indenes de raiva, uma vez erradicada a doença. Para obter mais informações sobre as atividades a realizar no sentido de evitar a reintrodução da raiva, clicar aqui.

- Devem ser estabelecidas colaborações com organizações internacionais e assegurar que o controle da raiva canina continue a ser uma das suas prioridades.








Página de abertura do sítio | Contacto | Planta do sítio |
Segunda versão; última atualização em julho de 2013