5.3.4. Outros

Todos os trabalhadores com risco maior de infecção rábica, principalmente os grupos que trabalham com animais de companhia, gado e animais selvagens, o pessoal de laboratório, bem como pessoal médico expostos ao risco de casos de raiva humana devem receber formação em:
- A doença, as suas características e a natureza do risco.
- Medidas de prevenção (precauções, equipamento para tratamento de animais com raiva e a necessidade de imunização pré e pós-exposição).
- Higiene no local de trabalho (por exemplo, infra-estruturas adequadas, controle dos agentes patogênicos nos laboratórios, etc).

Para conhecer as orientações internacionais em matéria de biossegurança, clicar aqui.

Órgãos responsáveis pelo controle da aplicação da lei (por exemplo, advogados, a polícia e os inspetores do bem-estar animal).




página anterior: 5.3.3. Componente humano






Página de abertura do sítio | Contacto | Planta do sítio |
Segunda versão; última atualização em julho de 2013