3.2.3. Porque motivo a raiva deve ser uma doença de notificação obrigatória?

É importante assegurar que doenças como a raiva, altamente infecciosas e graves, que afetam vários setores (animais domésticos, a conservação da fauna selvagem, a saúde pública e as economias pecuárias), não se propaguem. Quando a raiva é de notificação obrigatória num país, podem ser compilados dados de vigilância. Assim, é possível conseguir estimativas mais rigorosas do número de casos, assegurando uma avaliação mais precisa da incidência da raiva numa região. A raiva é uma doença que deve ser declarada para que os animais infectados possam ser rapidamente identificados, isolados e retirados, diminuindo assim o risco dos animais e da população do país contraírem a doença. No caso dos animais de exploração, esta obrigatoriedade contribui para que as explorações individuais sejam mais rentáveis e mantenham baixas as perdas econômicas (nos países em que a medida é aplicável). Os dados de vigilância fornecem aos profissionais de saúde informações cruciais a fim de tomarem decisões esclarecidas para salvar vidas humanas. Por exemplo, em determinados países, a notificação obrigatória é utilizada pelas autoridades de saúde para investigar possíveis exposições e para organizar a profilaxia pós-exposição, aplicar medidas de quarentena e outras medidas para combater a doença. A declaração e a notificação obrigatória da raiva são também importantes para uma rápida identificação de focos da doença e para a aplicação de medidas de controle, se for o caso. A vigilância dos casos de raiva humana e animal inclui a declaração de casos suspeitos (com base no histórico e nos sintomas/sinais clínicos da doença), bem como a colheita de amostras para confirmação em laboratório. As medidas de vigilância também devem compreender a declaração de casos de exposição humana a animais suspeitos de raiva e as doses administradas pós-exposição. Para obter mais informações sobre as estratégias de vigilância, clicar aqui.




página anterior: 3.2.2 Qual é a diferença entre declaração e notificação?

página seguinte: 3.2.4. Quais os fatores importantes ao decidir que uma doença é de notificação obrigatória?






Página de abertura do sítio | Contacto | Planta do sítio |
Segunda versão; última atualização em julho de 2013