1.4. O que é a raiva e por que é importante o controle desta doença?

A raiva, uma doença sempre fatal, é conhecida e temida desde a antiguidade e resulta geralmente da mordedura de um animal infectado. Mais de 98 % das mortes humanas causadas pela raiva devem-se à mordedura de cães raivosos. A raiva está disseminada pelo mundo inteiro, podendo afetar todos os mamíferos, incluindo os humanos. O vírus responsável pela raiva infecta o sistema nervoso central provocando distúrbios neurológicos caracterizados por sinais e sintomas clínicos terríveis, tanto em animais como em humanos. A raiva constitui uma grande ameaça à saúde humana, matando diariamente mais de 150 pessoas; cerca de 40 % das vítimas de mordeduras são crianças. O impacto psicológico após uma mordedura de um animal com raiva pode ser traumático. O custo elevado das vacinas destinadas a salvar vidas humanas e da hospitalização, bem como os prejuízos dos pecuaristas resultantes da perda de gado, têm grande impacto econômico, principalmente nas comunidades mais carentes. A raiva constitui também uma ameaça para a sobrevivência das espécies selvagens ameaçadas de extinção. O controle da raiva é essencial para evitar a perda de vidas humanas e atenuar o risco que esta doença constitui não só para as espécies animais como para as economias locais e nacionais. Para obter mais informações sobre a raiva, consulte aqui.




página anterior: 1.5. Por que é possível controlar a raiva canina?

página seguinte: 1.3. Como funciona e qual o seu conteúdo?






Página de abertura do sítio | Contacto | Planta do sítio |
Segunda versão; última atualização em julho de 2013